Milk Stout

Atualizado: 16 de Out de 2020

Exemplar da Escola Inglesa de Cerveja

Série Agosto 2020


Uma ale muito escura, doce, encorpada, ligeiramente tostada, o que pode sugerir café com creme ou um expresso adoçado. As densidades são baixas na Inglaterra e mais altas nas versões exportadas e dos EUA. As variações no nível de dulçor residual, a intensidade do caráter tostado e o equilíbrio são as variáveis mais sujeitas a interpretação. Algumas versões na Inglaterra são muito doces (baixa atenuação) e de baixa ABV (Tennent Sweetheart Stout tem 2%), mas é um caso atípico em comparação com outros exemplares.

História: Uma Stout de estilo Inglês, desenvolvida a partir de 1900. Historicamente conhecida como "Sweet", "Milk" ou "Cream" Stout, legalmente esta designação já não é mais permitida na Inglaterra (mas é aceitável em outro lugar).


O nome "leite" é derivada do uso de lactose como um adoçante. Ele foi originalmente comercializado como um tônico para inválidos e mães lactantes.

Ingredientes Característicos: O dulçor na maioria das Sweet Stouts vem de um nível de amargor mais baixo do que a maioria das outras Stout e uma alta porcentagem de dextrinas não fermentáveis. A lactose é um açúcar não fermentáve, não raras vezes colocado para fornecer a dulçor residual adicional. Tem uma base de malte claro e pode usar cevada torrada, malte preto, malte Chocolate, malte Cristal e adjuntos como milho ou açúcares para cervejarias.

Comparação de Estilos: Muito mais doce e menos amarga do que as outra Stout (exceto as mais fortes Tropical Stout). O caráter torrado é leve, não queimado como em outras Stout. Tem um equilíbrio similar à Oatmeal Stout, mas mais doce.


Copos sugeridos: English Pint, Nonic, Tumbler, Shaker, Willybecher, Mug.



Posts recentes

Ver tudo