Belgian Hazy IPA

Atualizado: 16 de out. de 2020

Exemplar da Mixed-School Beer

Série Agosto 2020


Em meados de 2011 em Vermont, nos EUA, o casal John e Jen Kimmich, donos de uma das melhores cervejarias do mundo atualmente, a The Alchemist, passou por uma enchente em seu pub, repensando o modo como os americanos consumiam e produziam as cervejas, criaram a Heady Topper, primeira NE IPA do mundo com nota 100/100 no RateBeer.

Constituída de seis tipos de lúpulos cítricos e com um corpo bem turvo, a cerveja já foi rejeitada pelos apreciadores por não ser tão amarga como as IPAs tradicionais, mas hoje é sucesso absoluto e se enquadra no novo estilo Hazy IPA. A levedura Conan, ou levedura Kimmich, é a estrela principal, aumentando a sensação na boca para um sabor aveludado e pouquíssimo resinoso.

Logo, a sua finalidade foi justamente sair um pouco das IPA tradicionais do mercado americano que têm como principal característica o amargor agressivo e marcante, intensa presença de lúpulos herbais e cítricos e um paladar resinoso com uma levedura neutra.

Para homenagear esta invenção, também demos um toque na nossa receita, trazendo um pouco da esterificação com a fermentação belga além do lúpulo TNT, que agregou bastante da manga, abacaxi, melão com um toque de mentolado no fundo da boca.

História: O nome NE IPA vem de uma parte histórica dos EUA (antiga Nova Inglaterra) constituída de Vermont, Maine e Massachussets. Atualmente, as melhores referências se encontram lá. O estilo foi reconhecido somente em 2018 pelo BA (Brewers association), e teve sua revisão no BJCP (Beer Judge Certification Program) de 2015, por lá é possível encontrá-la pela identificação de Juicy ou Hazy IPA. Mesmo assim o estilo conta com diversos sub estilos no mercado, como NE Double IPA, NE Imperial IPA e assim por diante.

Ingredientes Característicos: Grist de maltes deve ter incluído aveia, trigo ou outro tipo de adjunto que promova o aspecto de turbidez à cerveja. O termo “Juicy” normalmente utilizado para descrever esta cerveja é devido aos atributos de aroma e aspecto que este estilo tem. Este tipo de turbidez pode vir também da grande quantidade de Late Hop (adição tardia de lúpulos) gerando muito mais aroma e menos amargor a bebida.

Comparação de Estilos: Comparando as IPAs convencionais, ela costuma ser mais clara, turva e costumadamente chamada de Juice IPA pelo seu aspecto de copo de suco, além de uma carga aromática muito maior que os demais exemplos das famílias IPAs.


Copos sugeridos: English Pint, Nonic, Tumbler, Shaker, Willybecher Americano.


Posts recentes

Ver tudo

Impressão Geral: Uma ale Trapista um pouco condimentada, seca e forte, com um agradável sabor arredondado de malte e um amargor firme. Muito aromática, com notas condimentadas, frutadas e leve álcool

Comentários: Em inglês é pronunciado como “pivo grow – JESSE – kee-uh” (que significa: Grodzisk cerveja). Conhecido como Grätzer (pronuncia-se “GRATE-sir”) em países de língua alemã e, em alguma liter

História: Uma ale de provisão originalmente desenvolvido na Valônia, a parte da Bélgica que faz fronteira com a França, para consumo durante o período de cultivo da terra ativo. Originalmente um produ